Translate

sábado, 15 de julho de 2017

Mudar a estratégia faz parte do jogo



Olá amigos,

A maioria dos investidores sabe que para ter sucesso nos investimentos não devemos GIRAR o patrimônio, pois isso é extremamente prejudicial na ESTRATÉGIA adotada por cada um, pois você vai perder dinheiro ao vender um bem, seja pro governo em forma de impostos, seja para corretores (no caso de imóveis), seja para intermediários, seja pela pressa em vender, taxas, cartórios e etc.

Minha estratégia que vinha adotando era de trabalhar muito, viver com o básico, ir comprando ações, stocks, fundo imobiliário e renda fixa (tesouro direto) todo mês. E eu vinha executando bem o plano. De agosto de 2013 até hoje, estou com um retorno acumulado de 21% utilizando essa estratégia (falando de investimentos no mercado financeiro) e uma renda atual de quase R$ 5000,00 passivos. Talvez eu chegasse no fim do ano com 1,8 a 2 milhões em investimentos financeiros e iniciaria 2018 ganhando uns R$7000,00 passivos, PORÉM eu mudei um pouco a estratégia POR ENQUANTO, porque claro a primeira estratégia estava ótima e dando bons resultados.

Qual estratégia vou utilizar agora?

Bem, como venho publicando aqui, estou entrando num negócio e montando uma franquia. Por vários motivos: acho que vai dar certo, que é uma boa oportunidade de diversificar meu trabalho e minha renda, vou ter uma relativa liberdade maior se der certo e vou ter a chance de testar tudo que aprendi na vida, é um desafio que quero passar.



A estratégia agora é: dar entrada no imóvel, FINANCIAR o resto, reformar o imóvel e colocar a franquia pra funcionar. Depois que o capital de giro, receitas e despesas estiverem mais ou menos equilibradas (acho que demora de 18-24 meses) vou direcionar todo o dinheiro novo, lucros, do meu salário e etc para PAGAR RAPIDAMENTE O IMÓVEL, coisa de pagar em 3-4 anos mesmo, aportando muito forte. Sendo assim fico livre de pagar juros e aluguel e o imóvel que comprei "barato" será meu patrimônio para sempre.

Mas por quê financiar? Porque inicialmente não posso pagar 100% a vista sem me desfazer de todo o meu capital investido, e isso seria horrível porque eu ficaria sem capital de giro (péssimo pra começar o negócio). Financiar vai me dar uns 6-7 meses para respirar tranquilo pagando uma prestação baixa enquanto invisto outra parte do dinheiro no negócio em si. E outra coisa, um aluguel comercial para o porte que eu desejo seria de 8-10 mil por mês, mesma coisa que vou pagar de juros na parcela por enquanto que não adianto nada, e o negócio pode ajudar por ele mesmo a pagar essas parcelas com o dinheiro que ele vai produzir. Financiar um imóvel desses para pagar 10k mensal de JUROS para o banco com fins RESIDENCIAIS = SUICÍDIO FINANCEIRO.

Sobre o imóvel: Estamos numa época boa para alugar ou comprar. Tem muita coisa encalhada e inclusive muita coisa boa. Então o mercado imobiliário está com muita oportunidade e se você tem dinheiro na mão e garimpar pode achar muita coisa boa. Do topo histórico em 2013 até agora, esse imóvel que estou comprando caiu mais de 35% o valor do metro quadrado, e isso num bairro bom e um imóvel que praticamente não precisa de reforma (na verdade vou fazer uma ampliação e poucas adaptações).

Vejam que não alterei muito a estratégia, a antiga continua firme e forte e voltará depois, MAS no momento o foco é fazer o negócio dar certo para GANHAR DINHEIRO, FAZER DINHEIRO e não apenas INVESTIR dinheiro com o que ganho. Os efeitos vão demorar para serem sentidos, mas pode ser que eu chegue quase a dobrar meu aporte atual daqui a uns 40 meses, e a gente sabe que o que nos deixa rico é o APORTE e o TEMPO.

Vendi aproximadamente R$500 mil do meu patrimônio financeiro, sendo 130 mil em Fundos Imobiliários, R$155 mil em Tesouro Direto e R$215 mil em ações no Brasil. Foi um movimento forte mas necessário. Esse valor não iria mudar minha vida onde estava, mas agora pode ser que mude. De qualquer forma não é um giro para troca de investimentos, é para a construção de uma nova empresa minha, acredito que minha alocação estava boa e meus ativos financeiros também, agora a alocação vai aumentar muito na parte de imóveis mas com o passar dos anos vou compensando após quitar ele.


Fechei posição em 6 fundos imobiliários :


FFCI11
BRCR11
KNRI11
HGLG11
BPFF11
HGRE11

Fechei posição em 2 ações (e vendi um pouco de várias outras):

ODPV3
UGPA3

Agora estou esperando o pessoal me entregar a casa para poder tocar a obra. O projeto já está feito e orçado. Todo meu dinheiro novo esse ano de salário provavelmente será investido na empresa e não sobrará nada pra aportar no mercado financeiro, até porque tenho o financiamento para pagar, de forma tal que vou dar um tempo no aporte das finanças para aportar no negócio, mas tudo bem, vou continuar acompanhando o mercado e estudando como sempre.

Vejam o gráfico do patrimônio já atualizado hoje 15/07/2017 pelo Google Finance:




Foi uma queda de 20% do patrimônio investido, mas pelo menos o dinheiro está comigo. Já vi cair 10-15% e o dinheiro simplesmente tinha sumido devido à baixa das cotações. E a maioria dos ativos que vendi foi com bom lucro (ainda falta pagar o imposto sobre ganho de capital de cada um dos ativos).

Nada que no médio prazo não recupere.

Então não é pra ficar triste ou achar que algo deu errado ou coisa assim.

Empreender é dar alguns passos para trás para depois andar mais rápido, é assim que eu vejo, pode ser que dê errado, mas pode ser que dê certo também, risco por risco temos que assumir certos riscos, mas o que mais me atrai é poder produzir meu próprio dinheiro sem precisar da vontade e bondade alheia me pagar.

Quando eu imagino eu ganhando uns 30-40k mensais da minha própria empresa daqui a uns 24-36 meses é uma sensação muito boa, não depender de pagamentos do governo, nem ter brigas com outros sócios, não depender de operadoras de planos de saúde para sobreviver, as quais cada dia arrumam novos golpes, não depender de donos de hospitais (que são bastante "não-éticos), não depender de colegas de trabalho, de fluxo de pacientes, de altas e baixas no mercado, de ciclos econômicos, do SUS, do prefeito, do governador e por aí vai, é uma sensação muito boa, andar com as próprias pernas, e além do mais, se tudo der errado, eu tenho esse mesmo mundo que já conheço muito bem para voltar, meu diploma, meu conhecimento e minha capacidade de trabalhar continuam os mesmos.

Nós temos na blogosfera grandes empreendedores como o Viver de Construção, o Viver de Dividendos, o Soul Surfer (que empreende fazendo negócios imobiliários), o Viver de Renda.org, temos o Conhecimento Financeiro, tínhamos o Rover do projeto Free Life Style, acho que também o Heavy Metal e mais alguns que não me lembro por agora. Ter loja, empresa, franquia e etc dá certo para muita gente no mundo todo, também pode dar certo comigo, tem que ter coragem, trabalhar e acreditar que vai dar certo.

Grande abraço a todos,
Frugal.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

A diferença entre preço e valor




PRIMEIRAMENTE: Apresentando NOVA MUSA NO BLOG!

Cansei um pouco da Jessica. Ela é muito bonita coisa e tal, mas está com uma agenda feminista/globalista que andava me incomodando. Desde a sua participação na Marcha das Mulheres (contra o Trump) que fiquei meio chateado. Outra coisa foi o papel dela em Miss Sloan bem ao gênero desarmamentista dos esquerdistas caviar de Hollywood. Enfim, ela caiu no conto do vigário e agora está sendo manipulada para divulgar a agenda da terrível esquerda. Sorry, Jessica, it's OVER.

Tomi Lahren é bem mais jovem, de ascendência nórdica, é linda, brilhante, inteligentíssima, legal, divertida, ácida e não é piegas. Embora ela seja mais da ala da direita, tem lá o seu valor. Continuo buscando uma musa libertariana atual, se alguém souber me fale, enquanto isso a Tomi leva a vaga de MUSA DO FRUGAL.





Olá amigos.

Vou falar um pouco sobre a minha percepção entre preço e valor, em várias coisas na vida.
É extremamente difícil explicar, aprender e viver esse assunto.

Preço e valor são duas variáveis que vão lhe acompanhar por toda a sua vida e você vai ter que ser capaz de saber diferenciar uma coisa da outra se quiser fazer bons negócios. Preço e valor não é só uma técnica pra analisar empresas, fundos, imóveis e várias outras coisas.

Você tem que aprender a compreender o valor das coisas.

O difícil é fazer entender o conceito de valor.

Isso se aplica pra muita coisa, muita coisa, mesmo.

Desde o que você come, a profissão que você escolhe, a pessoa que você se relaciona intimamente, seus amigos, o imóvel que você mora, o carro que você anda, a roupa que você veste, tudo isso tem um VALOR. O preço é secundário, extremamente secundário. E se você não perceber isso sua vida ficará bem difícil.

Dado duas calças jeans de qualidade MUITO parecida, trocando apenas a etiqueta, uma custa R$100 e outra custa R$600, por quê algumas pessoas escolhem a de R$100? Por que outras escolhem a de R$600? As primeiras ACHAM que o valor de ambas as calças é o mesmo, mas preferem escolher a que paga o menor preço para assim economizarem. Outras levam logo a de R$600 porque confundem o VALOR com o preço e acham que vestindo a de R$600 serão mais "valorizadas" no mundo. Eu não estou fazendo juízo de valor de nenhuma das duas pessoas, mas o fato é que se a calça é 99,99% parecida, não tem porque comprar uma bem mais cara. Isso é apenas um exemplo.

Quer outro exemplo?

Como VOCÊ escolhe uma empresa para trabalhar?

Já parou pra pensar nisso? Existe VALOR na empresa que você trabalha? Ou você entrou apenas pra ganhar um contracheque no fim do mês? Aonde sua vida vai dar no fim das contas.

Bem, você pode se iludir o quanto quiser no valor das coisas, mas no final isso será mostrado e evidenciado. Ninguém pode esconder-se da verdade a vida toda. Se você trabalha numa empresa sem valor, ou num órgão público sem valor, você não terá valor e dificilmente construirá um legado sólido para lhe sustentar.

Já parou para ver as finanças da sua empresa antes de entrar? Se ela tá lucrando? Crescendo? Se está num mercado em crise? Com margens caindo e concorrência apertando? Se a empresa não tem perspectiva de crescer, como você vai crescer nela? Se a empresa já vem diminuindo de tamanho a muitos anos, por que você entraria nela? Apenas por que estão contratando? Pense bem.

Outra coisa: carro. É incrível como o pessoal fala que o carro "desvaloriza" com 4 anos de uso. Esse é o tipo de gente que não sabe o que é VALOR num carro. Esse tipo de gente acha que um carro popular 2017, tem mais VALOR do que um SEDÃ IMPORTADO COMPLETO ano 2000, super seguro, com 8 airbags, automático, freios ABS e 5 estrelas no crash test. Bem, a gente sabe quem tem mais possibilidade de morrer numa colisão envolvendo esses dois carros, certo? Carro não desvaloriza, carro "desprecifica". Um carro seguro, moderno, com motor bom, estável e confiável sempre vai ser isso, mesmo daqui a 5 ou 10 anos. O valor tem mais a ver com a máquina que você tem e o que ela pode fazer por você, eu usei o carro só pra exemplificar. Um carro popular de plástico será um carro popular de plástico, não importa o ano das placas.

Pessoa pra se relacionar: PREÇO.

Preço pode ser a beleza momentânea, o curto prazo, a menina superbonita da academia ou o rapaz forte, simpático e galanteador. Mas e VALOR? Onde está o VALOR dessas pessoas (não disse que elas não tem), só estou falando pra procurar. São boas pessoas? Éticas? Estudiosas? Trabalhadoras? Esforçadas em melhorar de vida? Respeitam suas famílias? Não usam drogas, não vivem bêbados na rua e sem um real na carteira? Estão com a conta bancária no negativo por motivos fúteis e idiotas? Onde essas pessoas estão situadas na vida? E pra onde elas estão indo em cinco ou dez anos?
VALOR. Lembre disso. Beleza passa rápido (muito rápido), é fugaz demais, se parar academia e engordar 10kg já perdeu 90% do preço, e o valor que não tinha? Não se engane. Tem gente que se casa com preço, e três anos depois está com o abacaxi na mão, sem preço e sem valor.

Imóveis: Imagina que você quer montar uma escola de reforço, um Kumon, uma creche, um consultório de pediatria ou de psicologia pediátrica e imagina que você achou um imóvel numa rua que tenha umas duas ou três escolas famosas da sua cidade. Esse imóvel tem valor? Acredito que sim. É a mesma coisa da farmácia em frente ao grande hospital ou mesmo a funerária em frente ao hospital. Vocês já viram isso?

Você acha que vale a pena colocar uma funerária numa casa de bairro, escondida, onde não passa ninguém e não tenha nenhum hospital por perto? Será que daria certo? "Ah mas o preço da casa está muito bom, ESTÁ BARATA!" Comparando com a casa residencial do lado? Sim, tudo bem, mas você não vai morar nela, era pra fazer um comércio não era? O valor seria você comprar uma casa destruída do lado do hospital e colocar um prédio de três andares, farmácia embaixo, floricultura no meio e funerária no alto, aí sim! Então pense nisso se quiser procurar um imóvel comercial. Muita gente se dá bem na vida só colocando um hotelzinho ali na beira da estrada principal comprando um terreno num preço caro, mas sabendo que a receita de hóspedes vai ser grande por algum motivo.

Na minha breve vida de investidor (de quase cinco anos) comecei a perceber muita coisa. É um aprendizado que não está nos blogs ou nos livros, mas está no mundo. Você chama de "intuição", o que pode parecer ser uma coisa sobrenatural, mas eu não acredito nessa via sobrenatural. Eu acredito que o conjunto de coisas que você vive, estuda, vê, trabalha, conversa, absorve, comenta e observa formam a sua percepção total, e daí você vai ter meios para tomar decisões, de coisas formadas no seu subconsciente, procurando valor, e dosando risco x benefício.

Já me livrei de empresas ruins, aprendi a perceber o que é governança, aprendi sobre o papel de algumas empresas na bolsa, aprendi o valor de alguns ETFs, aprendi como o pequeno investidor é enganado e feito de trouxa, enfim aprendi muita coisa.

Quando você finalmente a distinguir PREÇO x VALOR, você começa a se dar melhor na vida. Isso serve até pra programa de TV, gurus por aí, picaretas no geral, analistas e jornalistas do mundo financeiro ou até político. Até coisas como tratamento de saúde você vai ter que saber a diferença de preço pra valor. É um mundo que não dá pra colocar em um post, mas pelo menos tentei.

Inclusive a relação PREÇO x VALOR pode estar presente na briga pela sua alocação de ativos. Quem vai levar maior parte do seu capital? Renda Fixa? Fundos imobiliários? Ações? Um bond americano com P/L de 70 está caro ou barato? Se está caro como o governo americano consegue vender TRILHÕES de dóllares nesses títulos com P/L de 70? Por que o governo do Brasil não consegue vender TRILHÕES de reais em títulos da dívida brasileira pagando juros baixos? Num P/L de 70 também? Valor. Por que pessoas pagam um Google num PL de 30-35 e não pagam um preço de PL 15 numa empresa qualquer? Valor.

E por que você não compra REITS americanos que pagam 4% a.a em dividendos e quer comprar Fundos imobiliários brasileiros que pagam 8% de proventos em R$, sendo que em dólar, os REITS americanos estão pagando DUAS VEZES acima da inflação média americana e os fundos imobiliários brasileiros pagam apenas 2-3% acima da inflação brasileira? (agora imagina se os fundos imobiliários brasileiros pagassem DUAS VEZES o valor da nossa inflação ou seja IPCA x 2? Como seria sua escolha?).

O que move suas escolhas? Onde você está vendo VALOR?

Lembram do terreno que falei que comprei por 50k?

Então, hoje o muro foi concluído. Mesmo sem estar à venda, passou um cara lá e já pediu meu telefone pros pedreiros, gastei R$2400 pra fazer um muro de 2x20m mais um portãozinho de aço soldado. O valor do terreno (que a prefeitura deu pra gerar o imposto) foi de R$90 mil. Paguei 50. O pedreiro disse que o cara compraria até por 70k. Eu não vou vender por 70k porque acho que não vale a pena, ele vale pelo menos 90k brutos, mesmo com esse "trade" de 20k batendo na minha porta não vejo sentido, isso pq não tou vendo preço e sim valor, e ainda mais com um muro bonitão e novo de 2m de altura, agora não entrego por menos de 93k, exceto se eu estiver apertado.

Tenho uma intuição de que a área que estou negociando a casa para colocar a franquia vai valorizar bastante e vai virar 100% comercial na próxima década. Ninguém com dinheiro e juízo quer mais morar em casa boa de rua, fica muito visado pra bandidagem. Sinceramente não sei o destino dessas casas. Se estiverem num bairro comercial o dono ainda vai ter a salvação de vender ou alugar caro e ir morar num condomínio fechado.

Se for um bairro puramente residencial apenas com casas muito boas de rua, numa cidade violenta (qual não é no Brasil?) o futuro do imóvel é nebuloso. Vai restar ao dono se armar e ficar cheio de cachorros, morrendo de medo de entrar e sair de carro, pois pra bandidagem entrar armada e sequestrar/roubar/matar alguém é uma mera questão de TEMPO. Pode demorar 3 anos, 5 anos, 8 anos, mas VAI ACONTECER. Não importa se a casa é no SUL, SUDESTE, no NORTE, no CENTRO OESTE ou no NORDESTE.

Tente sempre separar preço de valor nas coisas que você vai utilizar/comprar/vender e achar o melhor equilíbrio para você. Não se iluda com preço barato do que não tem valor, e nem pague caro pro que não tem valor que justifique. O bom negócio mesmo é pagar barato em algo de valor, mas isso aí é extremamente difícil e complicado, e pouca gente está no lugar certo e na hora certa pra fazer isso. Muitas vezes é apenas questão de SORTE + ter o dinheiro na mão e quase nunca pela genialidade do comprador. O acaso tem componente forte em muita coisa.

No mais, tenha muita calma com a ladainha e a picaretagem que andam soltas por aí. Já tem até pirâmide de bitcoin e grupo de empréstimo de bitcoin (eu me supreendo com a criatividade do brasileiro em tentar roubar seus concidadãos). Também parece que estourou a bolha do hardware pra "minerar" Ethereum. O pessoal comprou essas máquinas achando que o investimento iria se pagar em seis meses, é muita inocência.

QUAL INVESTIMENTO NO MUNDO SE PAGA EM SEIS MESES? Só se for comprar cocaína na Bolívia e vender na balada em Londres, aí eu acho que se paga, fora isso amigos, só vendendo fuzil no morro.

Fora essas coisas de sempre de marketing multinível/pirâmide como telexfree, hinode, herbalife, monavie, riqueza fácil e 2% ao mês.

E vamos trabalhar que ainda temos seis meses em 2017 pra ganhar dinheiro, investir e começar um 2018 de forma fenomenal. Dinheiro se ganha TRABALHANDO. E o que você ganha é seu, lhe pertence, e você não será preso por ter ganhado ele trabalhando.

Grande abraço,

Frugal.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Fechamento Junho (1.500.608,00) +10,5%



Olá amigos,

Passei do 1,5 MILHÃO! Passei da METADE do meu SEGUNDO MILHÃO.

Junho foi um mês muito bom pra mim.

Finalmente conheci a Europa.
Primeira vez na vida que comprei Euro e segurei uma nota de Euro.
Viajei pouco mais de duas semanas por lá.

Foi muito bom tirar a cabeça de tudo e voltar renovado.
Os planos para emigrar ainda continuam na minha cabeça.
Só que é difícil ganhar dinheiro na Europa, e juntar dinheiro lá é muito mais difícil.

Muita gente reclama aqui no Brasil da vida que leva, mas pra quem é da classe média aqui, se for ver vive uma vida melhor do que o pessoal vive lá, claro que temos que excluir a violência, mas de resto brasileiro luxa pra caramba!

O europeu médio hoje em dia ganha pouco e gasta pouco. E nem achei lá tão barato assim (eu estava num país dito barato). Talvez porque eu seja amarrado mesmo, mas almoçar por 15 Euros não soa barato pra mim, mesmo que eu ganhasse em euro, o salário médio de nego lá é 1000 euros, dá na mesma que eu ganhar 1000 reais aqui e gastar 15 reais pra almoçar fora, CARO.

A gente que é criado no nordeste do Brasil é ensinado a pensar a vida toda que nossas praias são as melhores e mais bonitas e que o povo da Europa sai daquele frio danado pra curtir nossas praias que são lindas e únicas. Meia verdade. Só gosto da água quente das praias do nordeste (incomparável, Parnaíba, Jericoacoara, Fortaleza, Natal, Pipa, João Pessoa e Maceió) aquela água do mar ali é sublime e a temperatura é maravilhosa. Nunca gostei da água fria do RJ pra baixo. Mar bonito com água gelada pra mim não conta. E surfar na água gelada também é foda. Me acostumei com água quente mesmo, é algo difícil de mudar. MAS as praias da Europa são muito bonitas e dá pra entrar na água pelo menos no verão, sem sofrer tanto.

Vi muita gente andando de kitesurf por lá, e windsurf, show de bola. Um dia ainda entro nessa. Gosto muito de náutica. Ficava vendo o programa Crowd Zero no canal OFF e sonhando em um dia dar uma volta ao mundo num veleiro só surfando, mergulhando, dormindo no barco, pescando e essas coisas, escrevendo, falando na internet ou no rádio, mas bem longe de tudo. Também imaginava isso lendo os livros de Amyr Klink, e por causa dele um dia visitei Paraty.

Bom, sobre o patrimônio:

Não sei se somei errado da outra vez ou se a bolsa deu uma recuperada, esqueci totalmente finanças esse mês que passou, mas hoje somei certinho e gostei da subida. Hoje tá tudo somado direitinho, ações, fiis, stocks, etfs no exterior, Tesouro Direto, Poupança e saldo na corretora, é isso o meu patrimônio aí declarado.

Estou pensando em holdar bitcoin. Abri conta numa corretora gringa. Nem brinquem que tem que mandar dinheiro até o Japão pra chegar na conta. Mas ok, supera-se, não quero raízes bitcônicas com o governo socialista do Brasil. Quem sabe um dia ele pede o extrato de todas as corretoras brasileiras e de todos os seus clientes hein? Seria lindo!

Paguei o restinho do terreno, e o cartório depois de uns 20 dias finalmente registrou a escritura na matrícula do imóvel, ou seja, oficialmente é meu, 20x50m, terreno plano, bom, cercado por 3 lados por casas e todo murado (menos na frente). Fiz um orçamento do muro da frente (2m x 20m) e um portãozinho, deu R$2500, acho que vou mandar fazer essa obra ainda em Julho.

Quem entende de construir, tá na faixa esse preço aí pra 40m quadrado de muro? O pedreiro disse que serão 20 sacos de cimento, um milheiro de tijolo, mais a fundação (cavar, colocar pedra, cimento) mais 120 reais a diária do pedreiro e 60 reais a do ajudante, em quatro dia eles dizem que entregam. No final é pintar de cal branca e escrever de tinta preta:


PROPRIEDADE PRIVADA. 
  FIQUE LONGE. 
RESPOSTA ARMADA.

Quem sabe assim os marginais passem direto quando estiverem perto do terreno.

Bem, a franqueadora me chamou pra um "workshop" de implementação lá na cidade sede dela, e aí lá vai eu viajar de novo esse mês, devo durar uns 4 dias por lá, levar minha interminável lista de perguntas e esgotar os caras. O ruim é que deixo de trabalhar aqui e acabo tendo um prejuízo.

O nó da questão da franquia até agora é o IMÓVEL.

Alugar ou não?
Pagar aluguel caro? Entre 5-10k?
Alugar pra reformar e gastar uma nota?
Comprar logo? Financiar?
Comprar, financiar, reformar?

Tenho medo do negócio dar muito certo e o locatário pedir aumentos abusivos ou sei lá, pedir o imóvel de volta.

Estou mais inclinado a comprar, dar uma boa entrada, reformar e financiar o restante, e pagar o mais rápido possível, assim não pago aluguel pra sempre, vai ser meu, reformo sem pena, e se der errado, tou com um bom ponto comercial pra alugar que estimo entre 7-10k em valores de hoje esse aluguel, então ajudaria minha renda passiva no futuro. Vamos ver.

Se eu comprar o imóvel vou zerar minha RF, vender TD e debêntures, patrimônio financeiro vai cair e se transformar em imóvel. Tou pensando em fatiar dois patrimônios, colocar o amplo somando os imóveis e o financeiro exclusivo como sempre foi pra ter uma base, pois se eu for comprar vou aportar os próximos 12 meses no imóvel e não quero me sentir parado no tempo, e se der certo a franquia, além de não pagar aluguel o imóvel vai ser um dos motores geradores de dinheiro do negócio.

Meus proventos em Junho/2017:

Fiis: R$1062.
Ações: R$1500.
Outros: R$1000.

Total: R$3500.

Fiis: DY 0,78% on cost
        DY 0,56% market cap

O que sinaliza que os fiis estão caros no momento, com DY menor que poupança pra quem quiser ir comprando agora, e com muito mais risco, um prêmio de risco muito baixo a meu ver. Mas sabemos que são ativos diferentes com diferentes propósitos. SELIC caindo poupança melhora também.

Grande abraço,

Frugal.



domingo, 2 de julho de 2017

Nosso sucesso na vida não é uma casualidade




Olá amigos,

Como alguns sabem estou tocando um novo projeto para mim que é abrir uma franquia na cidade onde moro.

A coisa está meio lenta pois estou procurando o imóvel para começar. Tarefa bem difícil e chata, muitos corretores, imóveis velhos e caros, maioria precisando de reforma, proprietários desleixados que não sabem conversar, fazer negócio e etc. Não é à toa que alguns imóveis estão entre 8-12 meses e ninguém compra ou aluga. É uma arte cuidar de imóvel e alugar e vender.

DICA: Se você quer vender ou alugar seu IMÓVEL, deixe ele limpo, com tudo funcionando, faça pequenas reformas de modo que fosse como se a outra pessoa fosse se mudar pra lá AMANHÃ. É muito trabalhoso fazer reforma, caro, e ainda mais se você for um inquilino que vai fazer reforma no imóvel alheio, tarefa bem difícil.

Ainda estou nesse ponto, entre duas alternativas, alugar ou comprar. Sendo que em ambas vou ter que reformar. Customizar o imóvel no padrão da franquia vai dar trabalho e gasto a mais. Estou avaliando se compro logo, economizaria no aluguel que estou achando caro e estaria comprando no metro quadrado barato devido à queda de mercado, atualmente o metro quadrado agora está mais barato do que em 2013 que deve ter sido o ano do ápice do mercado imobiliário, uma queda de quase 40% pelo que estou vendo.

Outra dúvida importante é que vou ter que vender parte de minha carteira de ações no Brasil, uma outra questão que tenho que resolver, ou vendo ou vou ter que pagar uns 5k mensais de juros mensais de financiamento bancário, esse vai ser o preço de manter a minha carteira, embora num cenário otimista o negócio vai dar lucro e vai pagar os juros do financiamento bancário. Logicamente se fosse pra comprar esse imóvel para MORAR não valeria a pena NUNCA pagar uns 5-8k de juros mensais para banco, não sei como alguém com cérebro faz isso.

Mas fiquei feliz porque no quadrilátero que quero existem alguns pontos e posso negociar melhor. É interessante o quanto você se sente vivo e produtivo fazendo isso, coisa de olhar 4 pontos no horário de almoço de um dia comercial que eu simplesmente não fazia nada, apenas enrolava no celular. Estou esperando duas respostas de ofertas que fiz de aluguel ou compra e quero ver o que os donos vão responder. Lembrando que aqui não quero brigar por preço e sim por valor. Foi bom estudar empresas para poder perceber isso, o valor nas coisas, inclusive num ponto comercial, visando a sobrevivência e a perenidade do negócio. Localização, para alguns tipos de comércio, é tudo.

Dá um pouquinho de medo, dá sim. Só quem vive essa fase pré-operacional de algum negócio é que sabe ou vai saber do que tou falando. Você até se pergunta se terá ALGUM cliente. Coisas totalmente sem noção vêm e vão na sua cabeça.

Vou falar sobre o título do post agora.

"Nosso sucesso na vida não é uma casualidade".

Significado de Casualidade

substantivo femininoAcaso; qualidade do que é casual ou acidental; qualidade daquilo que pode ou não acontecer: a casualidade do destino.Eventualidade; acontecimento inesperado ou incerto.Acidente; situação que ocorre por acaso.Etimologia (origem da palavra casualidade): casual + i + dade.
É isso mesmo. Não quero parecer piegas, nem clichê, nem auto-ajuda, mas certas coisas tem que ser ditas e repisadas, por mais que embusteiros ou charlatões repitam algumas verdades extensivamente para terem credibilidade no resto das coisas que irão falar. Mas é bem difícil ficar rico por acaso, você tem que saber os padrões comuns à todas as pessoas ricas e tentar se aproximar desses padrões aos poucos, certamente vai ter resultados melhores e um desses padrões é estudar Finanças.

Os padrões comuns à muitas pessoas de sucesso já foram extensivamente estudados, discutidos e publicados. Essas pessoas têm muita coisa em comum. Já li muita coisa sobre isso e tento replicar o comportamento e as atitudes dessas pessoas, aos poucos as coisas começam a fazer sentido. Interessante que quando eu tinha 20-25 anos lia sobre isso e achava muita baboseira, mas quando a idade vai passando você vai mudando muitos de seus conceitos.

Uma das piores coisas da juventude ali dos 20-30 anos é a arrogância. É achar que sabe. Mesmo sem experiência em nada o jovem se acha sabichão, inteligente e capaz. Contesta até autores poderosos, experts em suas áreas, que estudam uma única coisa por 20 anos pra publicar um livro de qualidade e vêm qualquer um sem base nenhuma e critica o autor. Nada como um pouco de experiência de vida, sentir na pele, pensar, passar e viver certas coisas para mudar a forma como você enxerga o mundo e processa o seu pensamento.

Você não vai ser rico ou bem sucedido por um mero acaso, foi o que eu quis dizer. Existem padrões a serem seguidos. Não tem muito como fugir disso e muita coisa já discuti aqui.

Quer ser rico mesmo? Ou quer brincar de querer ser rico? Ou você faz por onde ou nunca terá nada na vida, essa é que é a verdade.

Pessoas ricas trabalham MUITO. Esqueça 8h por dia, 44h por semana. Isso é coisa de empregado. Nada contra você ser um empregado e querer melhorar de vida, todos somos. Agora o que vai fazer você deixar de ser um simples empregado é o que você faz DEPOIS dessas 44h.

A semana tem 168h. Se você trabalha 44h ainda lhe sobram 124h, é mais do que o triplo. Dormir 8h para um adulto acho muito, você pode dizer que não aguenta dormir menos, besteira, seu corpo vai se acostumar perfeitamente em dormir 6-7h por dia. Eu durmo isso ou menos, e já me acostumei, é questão de hábito.

8x7 = 56h gastas dormindo em uma semana 8h por dia

7x6 = 42h  gastas dormindo em uma semana 6h por dia

Reduzindo duas horas de sono por noite você ganha 14h por semana para ler, estudar, trabalhar, fazer exercício, estudar inglês ou fazer cursos on-line. Você pode decidir entre dormir ou evoluir.

Vamos voltar pra sexta-feira noturno e final de semana.

Das 19h da sexta noite até as 7h da manhã o que o brasileiro médio faz ou quer fazer?

Descanso, lazer, festinha, bebida, lazer, entretenimento, gastar dinheiro na praça, etc etc etc...

São SESSENTA HORAS destinadas à pura e simples vagabundagem pra muita gente.

Depois reclamam que a vida é difícil e que as coisas são caras ou que não sobra dinheiro pra nada etc.

Pessoal, eu não conheço outra forma de ganhar dinheiro que não seja trabalhar.

Quer ganhar dinheiro TRABALHE.

Trabalhar não é apenas o seu trabalho convencional que você ganha a vida, mas pode ser fazer coisas que vão lhe agregar valor como as que eu já citei, ou então arrumar um OUTRO trabalho nas horas vagas e também no fim de semana ou fazer uma pós à noite, ou outro curso superior, ou culinária, sei lá, estou dando exemplos, é apenas não ficar parado. As pessoas que mais prosperam na vida são as mais ocupadas sabia disso?

Eu tinha uma amiga no segundo-grau que me assustava. Enquanto eu era um palerma que com muito sofrimento apenas estudava pra passar nas provas, ela já estava muito além, lendo muitos livros, escrevendo, se graduando no inglês, fazendo teatro, cantando em banda. Eu pensava "Como essa menina consegue se virar em 4 e fazer tanta coisa, e todas bem feitas?" Se tem uma coisa que ela me ensinou sem querer e sem saber foi pelo exemplo. Eu sabia que ela ia se dar bem na vida porque simplesmente ela era dedicada e gostava de tudo que fazia, além de fazer tudo alegremente e com vontade. Homem demora muito pra amadurecer mentalmente em relação à mulher. Tem marmanjo que hoje em dia chega aos 30 anos e ainda não sabe de nada da vida, é impressionante. E pior é quando age achando que sabe.

Essa minha amiga hoje já tem pós-doutorado, dá aula em Universidade, tem um blog bem famoso (não é de finanças), tem uma loja de roupas, dois filhos, é escritora, e parece saber conciliar tudo muito bem, tem um consultório bem movimentado (ela é psicóloga) e deve ganhar e viver bem.

Tenho outros dois casos de amigos que são nessa mesma linha. Ambos já não moram mais no Brasil nem na nossa pequena cidade do litoral nordestino. São pessoas que já passaram desse plano meio idiotizado por aqui para buscar estágios mais avançados na escala da humanidade.

Nenhuma dessas pessoas "trabalhava" ou estudava 44h por semana. Eles iam muito além, estavam sempre à frente, buscando mais e mais, e tudo com naturalidade, pessoal já tinha um objetivo muito bem estabelecido e buscavam por ele.

Pessoal me pergunta: "Caramba Frugal, mas você trabalha mais de 100h por semana, como vai abrir a franquia". Eu tenho certeza que essas horas irão aparecer. Dá pra fazer mais porque eu quero cumprir o meu objetivo que é ficar tranquilo na vida. Até ficar tranquilo não tem o que esperar, não tem o que perder, não tem horas perdidas pro vento, existe apenas FOCO no projeto, nos projetos, e na execução deles. E eu não estou querendo falar pra encher linguiça ou criar mais um post pro blog, isso aqui escrevo principalmente para mim mesmo, e depois para tentar ajudar os leitores.

Não se acomodem, não dediquem os fins de semana inteiros puramente ao lazer. Estudar não é ruim, é a profissão das profissões. Só através do trabalho e do estudo árduo é que vocês vão chegar longe. O resto é lorota. Não existe dinheiro fácil. Poucas pessoas ficam ricas por acaso. A maioria delas trabalha e rala muito, principalmente o pequeno empreendedor, empresário, comerciante que você vê aí na sua cidade, é muita luta e muita renúncia pra ficar bem na vida. Não pensem que é fácil, mas também não é impossível e é até prazeroso quando você vê as coisas dando resultado e acontecendo.

O que conquistei até hoje veio disso. Acordar cedo, estudar muito, trabalhar muito, dormir pouco, reclamar pouco, não ficar perdendo tempo com coisas inúteis, lazer bastante moderado e buscar sempre mais e mais. Claro que eu dei um pouco de sorte numa coisa ou outra, mas nada que tenha sido bastante importante, o principal foi o que falei aqui. Também tive e continuarei tendo perdas, mas serão superadas com mais foco e mais trabalho, disciplina, paciência, engolir MIL SAPOS x MIL e fazer com que as coisas dêem certo.

Nesse mês de Julho vou me ocupar bastante no negócio porque gostaria de inaugurar pelo menos até a segunda semana de Agosto no máximo, então vou postar um pouco menos.

Grande abraço e lutem pelos seus sonhos

Frugal.